O seu corpo está trabalhando contra você na hora de dormir. Saiba como reverter essa situação para acabar com a insônia!

Você já se perguntou por que, mesmo após uma noite de descanso, você continua acordando cansado, irritado e sem energia? 

Já se questionou porque, mesmo estando exausto, após um dia cansativo, o sono parece desaparecer ao deitar na cama?

Quero que saiba que você não está sozinho nessa batalha contra a insônia…

Mais de 150 milhões de pessoas no Brasil sofrem com noites de sono inquietas e cansaço constante durante o dia. [1]

Isso é – nada mais, nada menos – que 72% da população total do país.

Não é muito difícil você ser uma delas.

Noites como essa podem parecer uma tortura e a busca por medicamentos controlados para auxiliar na indução do sono pode, infelizmente, parecer uma boa alternativa…

Só em 2022 a busca por remédios para a insônia aumentou em mais de 53%.

O que, certamente, tem preocupado médicos, não só no Brasil, mas pelo mundo.

Devemos nos atentar que a privação de sono não deve ser subestimada e pode indicar alterações na saúde física ou mental. 

Cientes do problema, a Associação Brasileira do Sono (ABS) e a Associação Brasileira de Medicina do Sono (ABMS) vieram a público se manifestar sobre o assunto, afirmando que “Reconhecem o risco da insônia, pois quando não tratada pode promover diversas complicações sobre a qualidade de vida, memória, complicações metabólicas e cardiovasculares, entre tantas outras consequências”.

Também afirmaram em nota que preocupam-se com o uso e abuso de medicamentos controlados, pois, na maioria das vezes, os efeitos adversos podem ser mais nocivos que benéficos, ainda mais se não forem feitos com o devido acompanhamento médico. 

A própria cartilha da ABS expõe que o uso inapropriado de medicamentos para dormir aumentam o risco de dependência, tolerância e podem contribuir para consequências graves, incluindo risco à vida. [2]

Segundo pesquisa divulgada pela Universidade da Califórnia-San Francisco e publicada pelo Journal Of Alzheimer’s Disease, o uso regular de medicamentos para dormir, incluindo zolpidem, clonazepam, diazepam e antidepressivos, também pode aumentar o risco de demência em até 79%.

Com base em tais declarações, especialistas prontamente se uniram para encontrar uma solução eficiente no combate ao mal do século de forma mais natural, sem causar prejuízos para a saúde, no contexto geral.

A boa notícia é que encontraram algo surpreendente…

E nós queremos compartilhar com você…

Algo poderoso que vai mudar completamente sua relação com o sono e devolver sua energia e vitalidade.

Uma substância capaz de regular o ritmo circadiano, incentivando a produção natural de melatonina, proporcionando relaxamento e induzindo naturalmente o sono, de maneira constante e eficiente.

Combatendo, inclusive, a causa do problema. 

Sabemos o que é fechar os olhos, esperar, virar de um lado para o outro, repetidamente e implorar pelo tão merecido sono. 

Sabemos também o quão frustrante é deitar na cama e não conseguir dormir, ou acordar várias vezes durante a noite. Olhamos para o relógio e vemos o tempo se esgotando… 

Antes, parecia que nada tinha explicação. 

Hoje, além de tudo, o problema encontra-se praticamente solucionado. 

Como parte principal do processo de cura, queremos que você entenda o que pode estar acontecendo de dentro pra fora para que a sua insônia seja tão persistente.

  • Estresse, 
  • Ansiedade, 
  • Hábitos irregulares, 
  • Rotina exaustiva, 
  • Envelhecimento, 
  • Hiperatividade,
  • Poluição…

Muitos outros fatores podem contribuir para o desenvolvimento e agravamento da insônia, como:

  • excesso de luz azul 3h antes de dormir 
  • alimentação rica em termogênicos 

É isso mesmo… o uso de celular e telas é um grande fator que alimenta sua insônia diariamente.

Mas, não é só isso…

O que você não imaginava é saber que existe algo dentro do seu corpo que está trabalhando ativamente, dia após dia, para dificultar ainda mais o seu descanso. 

Anos de estudo revelaram que o seu maior vilão pode ser você mesmo.

Como seu corpo pode estar te sabotando na hora de dormir?

Aqui está a chave para desvendar a enigmática questão do sono interrompido: o desequilíbrio hormonal.

Parece uma força invisível e insignificante, mas seus efeitos são profundamente sentidos, minando a qualidade do seu sono e deixando você cansado, irritado e ansioso.

Sim… a resposta pode estar na disfunção dos seus hormônios que silenciosamente agravam os sintomas e os fatores da insônia. 

Essa condição tem a habilidade sorrateira de dificultar a produção natural de melatonina, o hormônio do sono, e perturbar a harmonia do seu relógio biológico. 

O problema não é apenas uma resposta do corpo a agressões externas, mas uma consequência do estilo de vida moderno, difícil de ser reajustado. 

Certo, sabendo de tudo isso você deve estar se perguntando: 

“Como posso vencer essa batalha invisível e ter uma noite de sono completa?

Afinal, ninguém merece o caos da insônia e privação de sono. 

Você merece acordar rejuvenescido e energizado, pronto para enfrentar o dia com clareza mental e disposição. 

MELANOITE PREMIUM — Um suplemento inteligente de melatonina

O Melanoite Premium é mais do que um simples suplemento de melatonina. 

É uma resposta inteligente que fornece a quantidade de melatonina que seu corpo realmente precisa para conseguir adormecer, o suplemento restaura e equilibra os hormônios necessários para noites de descanso profundo, sem interrupções.

Sem tolerância, sem dependência e, principalmente, sem efeitos colaterais.

Além disso, possui rápida absorção e é totalmente livre de contaminantes.  

Aqui está como o Melanoite Premium atua para combater o desequilíbrio hormonal:

  • Além de sua influência no sono, a melatonina também tem propriedades neuroprotetoras, ajudando a proteger o sistema nervoso contra danos oxidativos e variações hormonais, auxiliando na manutenção de um ambiente cerebral saudável. Isso não apenas beneficia o sono, mas também promove o bem-estar geral.

O sono é uma parte essencial de uma vida saudável e plena e a insônia não precisa ser uma sentença perpétua. 

Por isso, é importante entender que a melatonina sintética é uma das melhores opções contra a insônia hoje.

Ele oferece uma abordagem mais natural e gradual para melhorar a regulação do sono e reduzir as alterações hormonais ao longo do tempo.

Agora que você está ciente da revolução que o Melanoite Premium traz para a qualidade do seu sono, é crucial entender como incorporar esse poderoso aliado em sua rotina diária.

Como Tomar o Melanoite Premium e Para Quem É Indicado?

A dose ideal para a suplementação de Melatonina é de 0,21mg (Dosagem aprovada pela ANVISA). 

Essa quantidade reflete a produção natural de melatonina em seu corpo, permitindo que você desfrute dos seus benefícios todos os dias.

Tomar uma cápsula do Melanoite Premium no mesmo horário todos os dias, por aproximadamente 30 dias, é fundamental para regularizar o seu ciclo circadiano, permitindo que você tenha noites de sono ininterruptas e revitalizadoras.

Ao contrário de muitos outros suplementos que não respeitam essa dosagem precisa, o Melanoite Premium é formulado com rigor para garantir resultados seguros e eficazes.

Ou seja, você pode confiar que não está sobrecarregando seu corpo, nem deixando faltar.

Onde Encontrar o Melanoite Premium – Sua Fonte de Qualidade

Embora a suplementação de melatonina tenha sido aprovada pela ANVISA, a fonte de onde você adquire o produto é crucial para a sua saúde e segurança. 

O Melanoite Premium não é apenas um suplemento, é uma experiência de qualidade que segue as normas e padrões de qualidade exigidos pela ANVISA. 

Disponível na loja da NutriLifecaps, se destaca como mais uma opção Premium para suplementação de melatonina.

Esteja ciente de que sua escolha afeta diretamente sua qualidade de vida. 

Optar pelo Melanoite Premium não só garante benefícios já mencionados, mas também a certeza de estar investindo na sua saúde e bem-estar. 

TRATAR INSÔNIA NATURALMENTE

Clube Saudável
Clube Saudável

Compartilhe este artigo com seus amigos na sua rede social preferida:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *